Gastronomia‎ > ‎

Bares e Restaurantes

Agridoce Café

postado em 16 de nov de 2015 06:10 por Usuário desconhecido   [ 16 de nov de 2015 06:26 atualizado‎(s)‎ ]

A cafeteria que conquistou Porto Alegre

    Há alguns meses a Agridoce Café, na Cidade Baixa tem recebido muitos elogios nas redes sociais, principalmente de quem gosta de comer bem sem gastar muito. A casa está há quase um ano na cidade e nós fomos lá e conferir como estão as coisas agora e descobrimos o porquê de esse novo empreendimento da cidade estar tão concorrido.


Fotos: Anelise Zanoni

    Indo direto ao ponto, há três componentes imbatíveis no local (e que poderiam servir de inspiração para outras casas): comida muito boa, preço acessível e ainda um ambiente lindo e cuidadosamente decorado.




    A tríade só poderia fazer o Agridoce ser um sucesso em tão pouco tempo! Desde que abriu, há horários de pico em que é preciso esperar na porta até desocupar uma mesa.



    Então, depois que você garante um lugar, pode gastar alguns minutos apreciando a decoração. E são muito atrativos!

    Em uma das salas, a parede azul turquesa ganha mais contraste com dezenas de quadros com fotografias em preto e branco e uma estante de livros.



    E, por falar em leitura, em cada mesa há um exemplar de uma obra – especial para quem está sozinho e quer curtir um momento a “sós”.





    Muitos objetos antigos e peças em demolição também compõem a decoração. Há também salas reservadas, ideais para quem precisa fazer uma reunião com o “pessoal da firma” ou até mesmo fazer alguma comemoração.

    As peças coloridas escolhidas para ambientar o Agridoce deixam os olhares curiosos, mas nada é mais hipnotizante do que o balcão com doces e salgados. Ali estão as jóias do local. Só que elas têm preços bem interessantes!




A tortinha de goiabada, por exemplo, custa R$ 8.


   
 O naked cake, recheado com doce de leite, morango e mirtilo sai por R$ 10.




   A casa também serve tortinha de banana com doce de leite, daquelas com massinha crocante e cheio suave. 




 Também merece atenção a cheesecake com calda de frutas vermelhas – pode ser bem acompanhada por um chazinho.




   E, para quem tem fome de salgado, há sanduíches, como o de pepperoni no pão preto.



    E brioche com patê de tomates secos (que vem em um delicado potinho).




    Se o tradicional café não apetecer, entregue-se aos sucos. Ou beba água de graça, porque lá é uma cortesia!





    Ou deixe um café pendente. Sabe o que é? É uma troca de gentileza. Você deixa um café pago para uma pessoa desconhecida e ainda pode deixar um bilhetinho para ela! Talvez seja mais um motivo pelo qual os porto-alegrenses estão tão encantados com o Agridoce!




Agridoce

Rua Sarmento Leite, 1024, Cidade Baixa. Porto Alegre

Telefone (51) 3392-7746



Cozinha peruana

postado em 29 de out de 2015 17:23 por Bete   [ 29 de out de 2015 17:39 atualizado‎(s)‎ ]


Muju: o novo restaurante peruano de Porto Alegre

Fui conhecer o Muju Restobar e me senti como se tivesse voltado ao Peru. Me apaixonei pela cozinha local peruana, quando fui ao Mistura, festival de gastronomia, e pude reviver essa paixão nessa descoberta do presente gourmet que Porto Alegre acaba de receber.

 

Vou deixar os comentários sobre o ambiente e o serviço para o fim. Afinal, o que importa mesmo são os sabores dos pratos.

 

Comecei com os drinques: o tradicional Pisco Sour (R$ 22)

 

E o surpreendente Apple Sour (R$ 22), com pisco, licor de maçã, creme de maçã verde e clara de ovo.

 

O couvert, cortesia da casa, tem pãozinho caseiro (que chega em um saquinho de papel), acompanhado de manteiga com ervas (montada sobre uma fatia de casca de limão.

 

Me entreguei à escolha do mâitre e confesso que não me arrependi: recebi uma degustação de ceviches. O de salmão tinha suco de laranja. O de atum, um toque agridoce. O de polvo, com batatinhas.

 

A seguir, tiraditos de atum. O primeiro pedaço, degustei apenas com o molho. O segundo, com casquinha de laranja: fresco, delicado e, se o termo pode ser usado para cozinha, cativante.

 

Quando achava que já havia apreciado todos os sabores, chegam os articuchos de pulpo (espetinhos de polvo) com milho e queijo. Preciso confessar que sou apaixonada por polvo. Então, foi fácil me conquistar.

 

Como sobremesa, fiquei com a merengada de chirimoia. Muito delicada e com uma doçura equilibrada, o que chama atenção é o fato de ter um merengue que não é extremamente doce, como costuma ser.

 

Agora, posso falar do ambiente: as mantas peruanas nas cadeiras e os quadros dão o clima do país retratado.

 

O colorido intenso contrasta com o preto das paredes e dos móveis.

 

Preciso contar que não cheguei ao prato principal. Mesmo dando vazão à gula, não pude seguir adiante. Gostei tanto dos pratos que provei que não sobrou espaço para qualquer outra degustação. O que me deixa na obrigação de voltar outras vezes para continuar percorrendo o cardápio.



Muju Restobar

Coronel Bordini, 684. Fone: 51 3328-0348

De segunda a sexta (das 11h30min às 15h e das 19h às 24h), sábado ( das12h às 16h e das 19h às 24h) e domingo (das 12h às 17h).

 

Padaria

postado em 7 de out de 2015 11:23 por Bete   [ 7 de out de 2015 11:25 atualizado‎(s)‎ ]

Bela Vista ganha novo espaço para degustar pães e sanduíches especiais

O novo espaço no bairro Bela Vista é uma padaria diferente. A Compania Tudo Sobre Pão produz diferentes pães, mas também é uma sanduícheria.

 

 

Os pães são artesanais. Assim como tudo o que é servido: do bacon ao pastrami, as maioneses, os chás, os doces e até os sorvetes.

 

Num cardápio com sanduíches leves para um lanchinho e outros mais consistentes, tem o Burger, com bacon, queijo colonial, bife de carne bovina, tomates assados, mix de verdes e maionese defumada. 


Como acompanhamento, batatas rústicas fritas marinadas na cerveja ou batata doce frita, como molho da casa.



Tem opção também para quem quer abrir mão da carne: pão de moranga e sementes, tomate escaldado com azeite de oliva e manjericão, cogumelo marinado na cerveja preta, mix de verdes e maionese defumada. Acompanhado de batata doce rústica frita.

 

E ainda o Pulled Pork, com pão de cereais maltados, queijo colonial, molho barbecue de goiaba, porco assado e defumado e mix de verdes. Como acompanhamento, batatas rústicas marinadas na cerveja e o molho especial da casa.

 

Os sanduíches valem por uma refeição. Por isso, não deu para experimentar as sobremesas: cheesecakes de chocolate com Baileys, amora , doce de leite com Nutella ou goiaba, fondant au chocolat e sorvete de doce de leite ou requeijão assado  com sorvete de chocolate stout. Mas certamente ficará para a próxima vez, quando quero provar o sanduiche de pão ciabatta com roast beef ou o de pão de centeio com pastrami.

 

 

Compania Tudo Sobre Pão

Rua Jaraguá, 105. Fone: 51 3024-2855

De terça a sábado, das 16h às 23h

 

 

Padaria e Confeitaria

postado em 24 de set de 2015 05:08 por Bete   [ 24 de set de 2015 09:30 atualizado‎(s)‎ ]

Pães e mais pães no Machry, na Zona Sul

Adoro pães. Principalmente, pães diferentes. Por isso, uma das coisas que gosto de fazer é percorrer padarias e ir experimentando algumas das delícias que produzem. E foi o que fiz, aproveitando uma ida a Zona Sul. Fui ao Machry Armazém e Bistrô, ali no número 257 da Dr. Armando Barbedo, na Tristeza.


 

A placa está um pouco encoberta pelas árvores, mas você vai achar fácil.

 

  Antes de se lançar à gula, confira os itens de bazar. São todos lindos.

 

Passe então aos pães, doces e cucas.


 

Eu fiquei com o pão de grãos

 

O caseiro, muito fofinho

 

E o brioche, que tem a delicada massa enriquecida com o forte sabor de queijo.

 

E tem buffet para o almoço

 

 

 Serviço

Machry Armazém e Bistrô

Dr. Armando Barbedo, 257, na Tristeza

De segunda a sexta (das 10h às 19h), sábado (das 9h30min às 19h30min) e domingo (das 11h às 19h30min)

A cafeteria funciona das 15h às 19h

 

Novidade em Porto Alegre

postado em 20 de set de 2015 15:16 por Usuário desconhecido   [ 23 de jul de 2016 09:10 atualizado‎(s)‎ ]


Um chá da tarde dos sonhos

    Uma mesa impecável, montada com louças diferentes, flores e doces que hipnotizam, talvez um dia tenha habitado os seus sonhos.


Fotos: Anelise Zanoni

    O cenário que lembra as mesas fartas de filmes e novelas já existe em Porto Alegre (RS) e fica no salão principal do House Bistrô, localizado na Rua Dona Laura, 19. Durante as tardes de  quinta a sábado, das 16h às 18h30, a chef Ana Celina recebe os clientes para um chá da tarde.


   
     Bolinhos de laranja com frutas vermelhas, cheesecake de chocolate branco e calda de frutas, torta de ganache, naked cake de doce de leite e muitos outros doces assinados pela chef pâtissier Silvia Canazaro compõem a tentadora mesa.



    As delícias podem ser consumidas conforme o desejo do cliente. Quem quiser experimentar um pouquinho de tudo, em formato de buffet, paga R$ 50,00 por pessoa.


    Outra possibilidade é pagar por porção consumida. Os bolinhos custam em média R$ 5,00, as fatias de torta R$ 12,00 e o chá R$ 4,00.  



   

     Para quem quiser ampliar o acompanhamento dos doces há também porções salgadas, como as quiches. Pode complementar o pedido uma taça de vinho ou espumante da carta da casa (os valores são pagos a parte!).


    Localizado em um casarão de dois andares no alto do bairro Rio Branco, o House atua durante o dia e à noite como um charmoso bistrô.



    Poltronas em couro vermelho, porcelanas e vidros da época da vovó, um piano e uma larga lareira trazem de volta a linha retrô de décadas passadas.

 Ao meio dia a chef Ana Celina serve almoços, sempre com entrada, prato principal e sobremesa diferentes a cada dia. No jantar a casa traz o tradicional menu à la carte.


House Bistrô

Dona Laura, 19, bairro Rio Branco. Porto Alegre

Telefone: (51) 3407-7371 e (51) 8241-2242

http://www.housecafebistro.com.br

Cozinha com charme

postado em 10 de set de 2015 15:17 por Usuário desconhecido   [ 10 de set de 2015 15:18 atualizado‎(s)‎ ]

O restaurante mais comentado de Montevidéu

    Em uma rua pouco movimentada da região histórica de Montevidéu, no Uruguai, está uma pequena construção rasgada por um janelão de vidro e uma porta de ferro difícil de abrir. É na Calle Alzaibar que está o restaurante mais comentado da cidade.

    Condecorado com quatro estrelas e meia no guia de restaurantes do site TripAdvisor, oscilando semanalmente entre os três primeiros lugares em popularidade no mesmo site e elogiado pela crítica gastronômica do Uruguai, o La Petite Cuisine precisa ser visitado para ser entendido (e elogiado).

Foto: Divulgação La Petite Cuisine
   
     Com inspiração na cozinha francesa, a pequena casa abriga não mais que 30 pessoas no salão, decorado de modo simples, com mesas compartilhadas, móveis antigos e até mesmo uma base de máquina de costura que atua como mesa. A simplicidade é para evidenciar a qualidade dos pratos, preparados com ingredientes naturais e receitas feitas na cozinha do restaurante, de forma bem caseira.
    Para simplificar ainda mais, o La Petite Cuisine atende apenas no horário do almoço e sob reserva - porque a procura é grande!


Foto: Divulgação La Petite Cuisine

      Obviamente, a popularidade é originada a partir de três elementos: o atendimento cuidadoso, o preço e o sabor dos pratos.
Paga-se 380 pesos (cerca de R$ 70) para o menu executivo, com entrada, prato principal, sobremesa e água saborizada. O menu a “dos pasos” (com apenas duas opções) sai por 320 pesos (cerca de R$ 57) e a sugestão do dia, entre 260 e 320 pesos. E o que é servido? Pratos franceses com textura e sabor harmoniosos.

    Estávamos ansiosos para visitar a casa e fizemos a reserva com dois dias de antecedência. Acomodados na máquina de costura, adoramos o sentar na frente dos outros comensais e poder espiar o movimento da antiga rua.

    Antes mesmo de iniciarmos a refeição, recebemos de cortesia uma taça do tradicional medio y medio uruguaio, um vinho de corte feito com vinho branco e espumante doce. Os anfitriões gostam de mimar os clientes nas boas-vindas!


Fotos: Anelise Zanoni

    Para abrir o apetite, delicados pães quentinhos vieram à mesa dentro de um pacotinho. Manteiga com páprica e pastinha com cogumelos acompanhavam.


    Também experimentamos o shot com velouté de espinafre - no tamanho ideal para um tira-gosto!



    Depois, na entrada poderíamos escolher entre um consumé de cogumelos e salada. Fomos na primeira opção!



    No dia escolhido, o prato principal era um risoto de abóbora com escalopes de peito de frango e legumes. O sabor adocicado do risoto hamonizou bem com o molho de frango e os legumes - cenoura, abobrinha italiana e cebola estavam crocantes e saborosas.

    O almoço geralmente tem uma opção de prato principal e varia todos os dias. Pode aparecer na lista cordeiro prensado em crosta de ervas, lasanha de legumes com ragu bovino e linguado com salada de quinua.


    Para a finalização, a sobremesa estava encantadora. Parfait de banana com creme de doce de leite derretia na boca.



Também experimentamos o musse de chocolate com calda de frutas vermelhas.


    Agora dá para entender a popularidade da casa, não?


Serviço

La Petite Cuisine

Calle Alzaibar 1316 - Montevideu

Não aceita cartão de crédito. É preciso fazer reserva


Morro Reuter sem cerimônia

postado em 17 de ago de 2015 20:46 por Usuário desconhecido

Culinária germânica com gostinho de comida caseira

    Era uma tarde comum de trabalho quando, entre uma reunião e outra, a coordenadora do curso de Jornalismo da Unisinos Porto Alegre, a Thaís Furtado, me entregou um folder e, com sorriso no rosto, disse que eu precisava conhecer o restaurante Santa Luiza, em Morro Reuter.

    Ouvi atenta aos detalhes da experiência dela e da família no restaurante, peguei o folder e olhei o calendário - o final de semana seria perfeito para conhecê-lo e entender o porquê de tantos elogios.




    Situado no km 216 da BR-116, pertinho do pórtico de Morro Reuter, o restaurante tem anfitriões à beira da estrada: um Fritz e uma Frida feitos de tecido aguardam os visitantes. A mimosura indica a simplicidade da casa, aberta em abril deste ano, e o cuidado com os detalhes.


    Assim que entramos no restaurante, percebemos que tudo é bem cuidado. As mesas têm vasinhos de flores assinados pela artista plástica Anelise Bredow e o atendimento é feito por uma equipe muito atenciosa e pelos proprietários da casa.




    O capricho germânico é impresso também no cardápio da casa, composto por uma sequência de pratos ao custo de R$ 52,00 (sem cobrar serviço!) por pessoa. Introduz a refeição sopa de legumes, salada de maionese e bolinho de espinafre.

       Os pratos são colocados à mesa aos poucos, porque pressa não combina com passeio e comida caseira.


    Depois, ficam pela mesa batata dourada, batata cozida, aipim, massa, molho preparado com galinha caipira, bolinho de carne e arroz. Chuchu caramelado dá o famoso contraste alemão do doce com o salgado (acreditem, é gostoso!).




    Todo o banquete ainda é reforçado pelas carnes servidas pelos garçons que atravessam o salão. Do espeto saem galetinho, peito de frango, costelinha de porco e xixo.




    O tradicional matambre recheado sai do forno e é servido na hora. Com sabor marcante, a carne desmancha no prato!




    Outra carne imperdível é o corte suíno incrementado com molho de pimentões e cebola.


    O sabor da comida caseira e o cuidado é encantador. O mesmo ocorre com a mesa de sobremesas, montadas no fundo do salão. Com estilo muito simples, é marcada pelos doces em calda: abóbora, figo e ameixa. Tem também torta de bolacha e sorvete de creme com chocolate.


    A experiência terminou com um bate-papo com o proprietário da casa, que lembrou direitinho de quem indicou o restaurante (a Thaís Furtado). A experiência germânica fez eu reforçar o que eu já sabia: os amigos geralmente sabem fazer indicações preciosas!


Restaurante Santa Luiza 

BR 116 - Km 216, 7500 - Morro Reuter

Telefone: (51) 9807-7076 e (51) 9958-3798

Cervejaria

postado em 6 de ago de 2015 05:55 por Bete

Dado Bier lança novo cardápio

Com um jantar pra lá de especial, foi lançado o novo cardápio da cervejaria Dado Bier do Bourbon Shopping, elaborado a quatro mãos pelo chef Edevaldo Nunes e a banqueteira Neka Menna Barreto.

 

Cada um dos pratos tem duas sugestões de harmonização com as cervejas da casa. Apesar disso, uma degustação com shots pode ajudar na hora da escolha.



 

Escolhi o filé Romeu e Julieta, alto, grelhado em crosta de pistache, servido ao molho se goiabada cascão com raviólis de cream cheese e juliana de legumes aromatizadas com sementes de gergelim. Fiquei com a Birr Belgiun Ale para acompanhar. Uma delícia.



Para encerrar, um suflê de chocolate, acompanhado de sorvete de creme, banana e calda de frutas secas.


No cardápio

 Robalo do Chef, grelhado, servido com espinafre, ervilhas tortas e aspargos, com molho de gengibre, acompanhado de vinagrete brunoise frio de palmito, cogumelos frescos, tomates e alcaparras no azeite extravirgem.


 

Tem ainda, arroz thai com legumes, cogumelos, camarões e tempero tailandês levemente picante. E, também, frango tartufo branco,  cortes marinados em ervas frescas, com lascas de parmesão grana padano, aromatizado com azeite trufado, e polenta cremosa com cogumelos naturais sauté.  Sem falar no camarão de cinema, grelhados, servidos na chapa quente com legumes salteados e um toque de molho agridoce oriental suavemente picante, acompanhado de arroz jasmim. Os apreciadores de peixes podem ficar com o salmão royale, grelhado no tarê servido com panaché de vegetais e molho de limão, acompanhado de shitake flambado no saquê com camarões.

 

 

Café da manhã

postado em 27 de jul de 2015 18:04 por Usuário desconhecido   [ 27 de jul de 2015 18:07 atualizado‎(s)‎ ]

Qual seu estilo para começar o dia?

    Todo mundo já ouviu falar pelo menos uma vez que o café da manhã é a principal refeição do dia. Só que mais do que importante para equilibrar o organismo (e o metabolismo), o café da manhã pode se transformar em um delicioso ritual.

    Com ou sem tempo para se sentar à mesa, você pode aproveitar o momento para preparar a mente para um dia inteiro de trabalho, folga ou diversão. Ou seja, a primeira refeição do dia tem sempre sabor especial. Pensando nisso, separamos alguns locais de Porto Alegre que servem cafés da manhã que, de alguma forma, são especiais.

Veja abaixo qual deles combina melhor com o seu momento.

Hoje eu acordei tarde

    Quando a preguiça bate, nada melhor do que iniciar o dia com uma refeição bem reforçada. Então, a dica é entregar-se ao brunch do Priscilla`s Bakery.

    A casa tem três unidades em Porto Alegre. Na loja matriz, no Bom Fim, o xodó é justamente o brunch em estilo americano.

Fotos: Anelise Zanoni

  Há várias opções no cardápio e combinações que custam R$ 24,00 cada. 

    Uma delas é o Tradicional, que vem com uma fruta, croissant quentinho e tostado com pernil de presunto e queijo gouda e uma fatia de bolo (quando fomos lá, comemos um que parecia uma cuca, com uma cobertura de açúcar e canela sensacional, chamado de coffee cake!). O prato inclui suco de laranja.




    Para quem deseja manter a forma, pelo mesmo preço está o Healthy Choice, montado com taça de café, torrada integral com presunto e queijo, iogurte com granola, suco de laranja e muffim de banana. Também há versões sem glúten e sem lactose.

    Quem gosta de dar uma abusadinha, o cardápio tem pratos inspiradores. Entre eles, o tradicional Eggs Benedicts (R$ 34,00), feito com ovos caipira. É realmente preciso estar com fome: o molho hollandaise é abundante, e os ovos com a gema mole complementam! Só experimentando para ter ideia!



    Para quem tem estômago mais modesto, a casa tem vitrine repleta de coisas boas. Há pão de queijo, cinnamon rolls, muffins com cobertura de chocolate ou limão, pão de queijo, biscuit de queijo, entre outras perdições.


    Os veganos também ganham atenção, pois a casa tem uma linha especial de muffins preparados com ingredientes especiais, Há versões de banana com gotas de chocolate.




Priscilla`s Bakery

Rua Vasco da Gama, 514, Porto Alegre. Telefone: (51) 3013-6131



Hoje eu quero é descansar

    Se você acordou cedo no sábado e está com tempo para contemplar ou para uma conversa sem compromisso, a dica é entregar-se ao buffet de café da manhã da Jean Pierre Pâtisserie et Boulangerie.


    Montada ao estilo de hotel, em uma pequena bancada, a refeição pede tempo. As cadeiras e mesas da casa são dispostas em frente a um janelão com vista para o pátio, o ajuda a perder o tempo de vista.

    Na área do buffet de café da manhã, servido aos sábados e domingo ao custo de R$ 35,00 por pessoa, há frutas cortadas em fatias, coloridas e pedindo para ir ao prato!


    Potes de iogurte, granola e frutas secas incrementam a refeição.




    Tem também cestos com pães frequinhos e para todos os gostos: integrais, croissants, fofinhos e pequenos pães franceses. E uma torradeira ajuda a tostar os pães!

    Os doces também estão lá: bolachinhas, pães doces, geleias, doce de leite e assim vai…




    Depois de comer sem pressa, dá para levar as iguarias da padaria para casa. O balcão tem à venda pães, massas folhadas salgadas e doces (macarons, tortinhas, entre outras).



    E tem inclusive pretzel alemão para quem gosta de se aventurar no mundo germânico (combina com uma cerveja bem gelada!)



Jean Pierre Pâtisserie et Boulangerie

Rua Engenheiro Antônio Rebouças, 74, Porto Alegre. Telefone (51) 3332-8142


Hoje eu quero reunir os amigos

    A qualquer hora do dia, a Padarie é um convite para compartilhar refeições ao lado dos amigos. Se a amizade for com um pet, há mesinhas na rua para que os animais possam acompanhar os donos.


    No interior da casa, mesas compartilhadas e em duplas dividem espaço com uma decoração alegre e criativa.



    Apesar do lindo ambiente, o que se destaca de verdade na primeira hora da manhã é o cardápio, que contempla combinações de café da manhã, sanduíches e lanchinhos para forrar bem o estômago.

    Uma das possibilidades montadas para a primeira refeição do dia é o Padarie, que leva pão francês com presunto e queijo colonial, capuccino e suco de laranja - custa R$ 18,50.


    Para quem precisa de energia, há ovos mexidos com copa serrana e toast de baguete (R$ 8,50 ), croissant com presunto e queijo (R$ 9,00) e cesta de pães com manteiga, requeijão, frios e geleia (R$ 15,80).

    Bolinho do dia com geleia da casa (R$ 6,00) ou iogurte com frutas da estação (R$ 9,80) também figuram o menu.



    Quem tem pressa ou deseja levar para casa o sabor das delícias assinadas por Priscila Fighera, há pães, bolos, doces à venda. Um pequeno empório também faz parte da Padarie.

Padarie

Rua Ten. Cel. Fabrício Pilar, 822, Porto Alegre. Telefone: (51) 3517-6583

Hoje eu estou com pressa

    Localizada em plena Carlos Gomes, em Porto Alegre, o Valkiria Café é uma opção para quem precisa de um bom café para energizar logo cedo.



    A casa tem estilo moderninho e decoração simples: paredes escuras, mesas largas para serem compartilhadas, um sofá e um mezanino para quem tem tempo e deseja ficar mais escondidinho.


  

  Por ali, a pedida mesmo é pegar um café e mais algo para beliscar e sair por aí a caminho do próximo compromisso - a casa serve cafés e sucos em copos especiais para serem carregados por aí.


    Entre os cafés há espresso, ristreto e carioca por R$ 4,00. Os macchiatos custam R$ 4,50, e o café latte grande sai por R$ 8,50 (preços de julho 2015).
Também tem suco de laranja geladinho por R$ 4,50 (300 ml).



    Para comer, o balcão tem cardápio enxuto, porém bem prático, com variedades como mini farroupilha, muffin de maçã (R$ 6,25) e sanduíche de carne com cebola caramelada e queijo (bom para quem tem, além de pressa, muita fome!).

    Aos apaixonados por café há cafeteiras e utensílios domésticos em uma pequena loja na entrada da casa.


Valkiria Café

Avenida Carlos Gomes, 604, Porto Alegre. Telefone: (51) 3024-3061

Parrilla do Chef

postado em 24 de jul de 2015 03:53 por Bete

Chef catalãoXavier Montoya mostra sua arte na parrilla do Fazenda Barbanegra

Como parte do projeto Parrilla do Chef, que promove uma vez por mês um  jantar preparado por um parrillero convidado, Bebeto Oliveira recebeu no seu Fazenda Barbanegra o chef Xavier Gamez Montoya, do restaurante Xavier 260. O resultado dessa parceria foi um cardápio de sabores intensos, mas com a leveza característica da cozinha do chef catalão.  

 

Um pão rústico grelhado na brasa temperado com tomate, azeite de oliva Picual, alho e flor de sol, acompanhado de espumante brasileiro Bossa Brut, recepcionou os convidados. Foi preciso muita força de vontade para não se render à gula e abusar dessa delícia.

 

A seguir, uma salada de legumes grelhados na brasa e filés de peixe pampo de Rio Grande curado no sal, harmonizado com o vinho espanhol Artero Macabeo 2013. Na mesa próxima, um comentário de uma cliente é a melhor definição do que o chef conseguiu servir: “Vou sonhar por muito tempo com esse prato”.

 

O prato principal foi um filé de tamboril fresco, de Rio Grande, na brasa, com gratin de mousseline de alho assado, servido com creme de nirá, flor de brócolis e folhas de ora-pro-nobis. Para acompanhar, outro vinho espanhol, desta vez um PradoRey Classic Verdejo Sauvignon 2012. O vinho trouxe um frescor especial ao prato.

 

Para encerrar, não poderia ser outra a sobremesa: espuma do tradicional creme catalão com crocante de amêndoas. Perfeito ao ser harmonizado com o vinho português Cossart Gordon Rainwater Mediun Dry, da Ilha da Madeira.

 

A noite mostrou a mais forte característica do chef catalão: o respeito pelo sabor dos ingredientes. Mostrou também que a parrilla pode ser utilizada no preparo de uma grande variedade de produtos, exige apenas o controle da técnica. Agora, é esperar as próximas edições do Parrilla do Chef.

 

 

Onde fica

 

Fazenda Barbanegra

Rua tenente Coronel Fabrício Pilar, 791

Fone: 51 3333-0492

 

Xavier 260

Rua Auxiliadora, 260

Fone: 51 3273-0551       

 

    

1-10 of 17