Gastronomia‎ > ‎

Receitas

Lanche

postado em 7 de out de 2015 15:11 por Bete   [ atualizado em 21 de out de 2015 06:59 por Bruno Noschang ]

Brioche com um toque oriental

Não sei se foi o tempo chuvoso ou a minha paixão por panificação. Mas não pude resistir à vontade de aquecer o forno e preparar a receita de um brioche salgado que aprendi com o chef Emmanuel Fernandez, de Mendonza.

 

O grande diferencial dessa receita é que tem ingredientes bem inusitados: gengibre, cebolinha verde, gergelim e wasabi. Isso mesmo, wasabi em pó. Como é elaborada por um chef, que prima pela precisão, todos os ingredientes são pesados.

 

Brioche oriental

 

960g de farinha de trigo

25g de fermento biológico seco

58g de açúcar

18g de sal

490g de ovos

58g de leite frio

240g de manteiga em temperatura ambiente

9g de wasabi em pó

18g de gengibre ralado

58g de cebolinha verde picadinha

10g de gergelim branco

10g de gergelim negro

 

Dourador

1 ovo

azeite de oliva

sal

açúcar

 

Como fazer

1. Misture a farinha com o açúcar, o sal, o fermento, o gengibre, o wasabi, o gergelim e o cebolinha verde.

2. À parte, misture os ovos com o leite.

3. Junte à mistura anterior.

4. Amasse até formar até ficar homogênea.

5. Junte a manteiga em cubos e sove bem.

6. Cubra com um plástico e deixe crescer até dobrar de volume.

7. Sove um pouco, cubra novamente e leve à geladeira por 2h.

8. Retire, sove e modele.

9. Deixe crescer novamente.

10. Preaqueça o forno a 180 graus.

11. Prepare o dourador, misturando o ovo, o azeite, o sal e o açúcar.

12. Pincele a mistura na superfície dos brioches.

13. Borrife com água antes de levar ao forno.

14. Asse por cerca de 20min.

 

Dicas da Bete

 

1. O brioche pode ser moldados em bolas de 50g ou colocar toda a massa em molde de pão de forma. 

2. O wasabi em pó é o mesmo utilizado na cozinha japonesa.

3. A etapa de 2h na geladeira garante mais maciez e sabor para a massa, mas pode ser reduzida.

4. Sirva puro, com manteiga ou com requeijão.


 

 

 

 

Faça como os gregos

postado em 9 de set de 2015 15:29 por Usuário desconhecido

Moussaka fácil de fazer

    Considerado um dos pratos mais tradicionais grego, a moussaka (ou mousaka) é uma combinação de sabores mediterrâneos que pode ser encontrada em tabernas e na casa das famílias por toda a Grécia. Cremosa, tem como base a berinjela e é incrementada por especiarias, o que confere aroma e sabor marcantes.

    Escolhemos esta receita para provar que, mesmo sendo considerada um prato internacional, a moussaka é fácil de fazer. Esta da foto foi preparada por Thiago Zanoni, um advogado que está estudando Gastronomia na Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA).



Ingredientes

3 berinjelas médias cortadas em rodelas
2 dentes de alho picados
1 cebola média picada
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
500g de carne moída

1/2 colher de chá de canela
sal e pimenta-do-reino a gosto
1 pitada de canela em pó
1/4 xícara de molho de tomate

2 colher sopa de tempero verde
2 batatas em rodelas
2 colher de sopa de queijo parmesão
2 ovos batidos
1 xícara de iogurte natural
1/2 xícara de leite
1 pitada de páprica picante


Modo de fazer


1. Salpique sal nas rodelas de berinjela e deixe-as descansar por 30 min em uma tigela com água.

2. Numa panela, refogue a cebola e o alho

3. Adicione a carne e cozinhe até soltar toda a água e ficar cozida.

4. Acrescente o sal, a pimenta, a canela, o molho de tomate e a salsinha, e cozinhe por cerca de 15 minutos.
Escorra a água da berinjela

5. Numa frigideira, com uma pitada de azeite, doure as rodelas de batata dos dois lados. Reserve.

6. Numa tigela, junte os ovos batidos, o iogurte, o leite e a páprica.

7. Salpique com sal e pimenta e reserve. Preaqueça o forno médio (180°C).

8. Numa travessa untada com gotinhas de azeite, faça uma camada com as rodelas de batata e espalhe a carne.

9. Arrume as rodelas de berinjela por cima e salpique com queijo parmesão, como se fosse uma lasanha.

10. Despeje o molho de iogurte com ovos por cima e salpique mais um pouco de queijo ralado. Leve ao forno até dourar.

Dica: 

Se quiser fazer o prato para vegetarianos, substitua a carne moída por proteína de soja.


Sobremesa

postado em 11 de ago de 2015 06:37 por Bete   [ atualizado em 11 de ago de 2015 07:49 por Usuário desconhecido ]

Prepare um delicioso cheesecake de laranjinha kinkan

Cheesecake é uma das sobremesas de que gosto muito. Por isso, costumo testar diferentes receitas. Essa receita tem um diferencial: leva farinha de trigo no recheio. Achei que deixaria o recheio muito pesado, mas ficou muito saboroso. A cobertura que escolhi foi a de doce de laranjinha kinkan em calda, que deu um contraste bem interessante para a sobremesa.

 

 

Cheesecake de kinkan

 

Massa

200g de biscoito tipo maisena ou maria

¼ de xícara de açúcar

½ xícara de manteiga derretida

 

Recheio

700g de cream cheese

200g de açúcar

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

5 ovos

½ xícara de nata

1 colher (sopa) de raspas de casca de limão

1 colher (chá) de essência de baunilha

 

Cobertura

Laranjinhas kinkan em calda

 

Como fazer

 

1. Para a massa, se tiver processador, bata todos os ingredientes até que vire uma farofa.

2. Se não tiver, triture os biscoitos e depois junte os demais ingredientes.

3. Distribua a farofa no fundo e nas laterais da forma, na altura de 2,5cm, e paerte bem com as costas de uma colher.

4. Leve ao forno preaquecido, a 180 graus, por cerca de 10min.

5. Deixe esfriar enquanto prepara o recheio.

6. Para o recheio, na batedeira, bata o cream cheese até que fique uma mistura uniforme.

7. Junte os demais ingredientes e bata até ficar homogêneo.

8. Despeje a mistura sobre a massa.

9. Coloque a forma na prateleira central do forno, deixando no chão do forno uma vasilha com água.

10. Deixe assar por 15min.

11. Em seguida, reduza a temperatura do forno, para o mínimo, e deixe assar por cerca de 1h.

12. Retire do forno e deixe esfriar.

13. Distribua por cima o doce de laranjinha kinkan.

14. Leve à geladeira por, no mínimo, 3h.

 

Dica

* Utilize todos os ingredientes em temperatura ambiente.

* Se o forno estiver em temperatura muito alta, a superfície do cheesecake pode rachar.

* A cobertura de kinkan em calda pode ser substituída por geleia de outras frutas, como morango, amora etc.


Confira a receita do doce de kinkan em calda no blog Saborosa Viagem.


Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul

postado em 3 de ago de 2015 17:41 por Bete

Tradição do tortéi enrolado ganha ares modernos

Na colônia italiana, o hábito de preparar e cozinhar o tortéi enrolado em pano ainda é mantido. E foi para mostrar um pouco dessa tradição aliada a técnicas modernas que dois chefs gaúchos se uniram na realização de uma aula durante o Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul, promovido pela revista Prazeres da Mesa e Senac. Alexandre Baggio e Charlie Tecchio combinaram o tortéi com o ar de parmesão, utilizaram a técnica de confitar para conservar os cogumelos silvestres e ainda deram toques de crisp de pinhão e capuchinhas na decoração. Confira a receita:

 

 

Tortéi enrolado com cogumelos silvestres

 

300g de farinha de trigo

3 ovos

½ moranga cabotiá

100g de parmesão

noz-moscada

canela em pó

sal e pimenta-do-reino

cogumelos silvestres confit

 

Ar de parmesão

300g de parmesão

300ml de leite integral

3g de lecitina de soja

 

Decoração

Folhas e flores de capuchinha

Folhas de manjericão gaúcho

Pinhão tostado e laminado


Como fazer

 

1. Prepare a massa, misturando a farinha com os ovos.

2. Cubra com um pano ou coloque em um plástico e deixe descansar por 20min.

3. Asse a moranga, enrolada em papel alumínio ou coberta por uma crosta de sal,  no forno a 190 graus ou até que esteja macia.

4. Retire a polpa e amasse, formando um purê.

5. Tempere com o parmesão, a noz-moscada, a canela em pó, sal e pimenta.

6. Abra a massa com um rolo, deixando-a bem fina.

7. Com a ajuda de uma espátula, espalhe o recheio e enrola e a massa como um rocambole.

8. Enrole em um pano branco novo e amarre as pontas, como as de uma bala.

9. Leve para cozinhar em água fervente com sal.

10. Para o ar de parmesão, em uma panela, adicione o leite, o parmesão e a lecitina e deixe aquecer até que o queijo derreta.

11. Bata com um mixer até que forme uma espuma.

12. Refogue rapidamente um pouco dos cogumelos e distribua no fundo de um prato.

13. Por cima, coloque o tortéi cortado em fatias.

14. Regue com um pouco de espuma de parmesão e finalize com folhas e flores de capuchinha e crisp de pinhão.

 

 

Dica

* O manjericão gaúcho pode ser substituído por manjericão comum.

* As folhas e flores de capuchinha são opcionais.

* A lecitina de soja pode ser encontrada em lojas de produtos para panificação e confeitaria.

 


Cogumelos confit

 

450g de mix de cogumelos silvestres

500ml de azeite de oliva

450ml de vinagre de vinho branco

450ml de vinho branco seco

4 dentes de alho

tomilho

2 tiras de casca de limão bergamota

louro

 

 

1. Para os cogumelos, coloque o vinagre, o vinho branco, o alho, a pimenta, o sal e metade do tomilho em uma panela e leve para ferver.

2. Reduza o fogo e deixe ferver por 15min.

3. Limpe os cogumelos com um papel toalha e junte os cogumelos e deixe cozinhar.

4. Retire os cogumelos com uma escumadeira e deixe secar em um pano.

5. Quando estiverem secos, coloque em um vidro esterilizado com as tiras de limão, folhas de louro e o tomilho restante.

6. Aqueça o azeite de oliva a 75 graus e despeje sobre os cogumelos, mexendo para retirar o excesso de ar.

7. Leve à geladeira e deixe tomar sabor por 2 semanas antes de consumir.

 

Dica

* O tempo de cozimento dos cogumelos varia de acordo com o tamanho. Os pequenos e delicados devem ferver por apenas 1min.  Os maiores e mais carnudos podem ficar por 3min ou 4 min.

* Se tiver acesso a sementes de capuchinha, adicione à mistura de vinagre quando levar a ferver. 

 

Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul

postado em 26 de jul de 2015 10:47 por Bete   [ atualizado em 26 de jul de 2015 11:28 por Usuário desconhecido ]

Cordeiro e batata doce ganham sabor pelas mãos de Felippe Sica  

O chef Felippe Sica e o especialista em carnes Marcelo Bolinha deram um show de harmonia na aula do Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul. A receita escolhida por ambos foi um lombo de cordeiro com duas texturas de batata doce. 




Na apresentação aos alunos, Bolinha trocou o lombo de cordeiro por um corte especial, incluindo o lombo e parte do pernil. Esse corte desossado exigiu que fosse enrolado e amarrado para não perder o formato. 







Felippe Sica escolheu a batata doce amarela, quase laranja, também conhecida como batata doce cenoura, mas pode ser feita com a batata doce tradicional.


 

 


Lombo de cordeiro com batata doce em duas texturas


800g de lombo de cordeiro

1.2kg de batata doce laranja

sal e pimenta-do-reino

6 colheres (sopa) de manteiga

óleo para fritar

 

Chimichurri

½ xícara de salsa picadinha

2 colheres (sopa) de orégano fresco picadinho

4 dentes de alho picadinho

½ xícara de cebolinha picadinha

 1 pimenta dedo de moça picadinha

2 colheres (sopa) de vinagre de vinho tinto

1 colher (sopa) de suco de limão

½ xícara de azeite de oliva

sal e pimenta-do-reino

 

Como fazer

 

1. Tempere o lombo com sal e pimenta-do-reino.

2. Numa panela ou frigideira de ferro, sele o lombo dos dois lados com um pouco de manteiga e leve ao forno para assar. Reserve.

3. Corte 1kg da batata doce, corte em cubos e cozinhe até que fiquem macios.

4. Peneire, mas guarde um pouco do líquido de cozimento.

5. Com um espremedor de legumes, faça um purê com as batatas cozidas.

6. Volte à panela e junte o restante da manteiga e tempere com sal e pimenta.

7. Bata com um fouet para que fique bem leve.

8. Descasque as batatas restante e corte em formato de chips.

9. Frite e tempere com sal. Reserve.

10.  Para o chumichurri, misture todos os ingredientes.

11. Sirva o lombo em fatias sobre o purê de batata doce.

12. Ao lado, disponha o chips e o molho chimichurri.


Dica

* O chimichurri pode ser feito com antecedência e guardado, na geladeira, com 48h.

Costelinha que se desmancha

postado em 23 de jul de 2015 09:11 por Usuário desconhecido

Chef do restaurante Mandarinier ensina como fazer costela com quibebe

    Desde que abriu as portas do restaurante Mandarinier, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, o chef Leonardo Magni tem colhido elogios. Com cardápio que muda diariamente, a casa investe em produtos regionais e faz releituras de receitas tradicionais, o que confere ao restaurante parte do sucesso.

    Durante a apresentação de Leonardo Magni no evento Mesa ao Vivo Rio Grande do Sul, que ocorreu na Faculdade Senac, ele contou alguns segredos sobre um dos seus pratos: a costela suína desossada. O chef utiliza um método de cocção moderno, com selador a vácuo e um equipamento de imersão, o que dá maciez à carne durante o cozimento. Entretanto, quem não conta com esta tecnologia pode assá-la lentamente no forno e em fogo bem baixo (por muitas horas!).


Fotos: Anelise Zanoni

    O sabor e a consistência das combinações de ingredientes são marcantes: a carne se desmancha, as bolinhas do sagu dão textura diferenciada e o butiá e a abóbora dão o contraste.

Vale a pena testar!

Receita

Costela suína desossada com sagu de butiá, quibebe com queijo serrano e farofa de cuca

Rende 4 porções

Costela suína

800 gr de costela suína desossada
4 ramos de alecrim
3 ramos de tomilho
óleo
sal
pimenta do reino
1 colher de manteiga

Modo de preparo

    1. Cortar a costela em pedaços. Envasar a carne em sacos de vácuo e com um fio de óleo e ramos de ervas. Cozinhar por 10 horas a 85C.
    2. Ao término do tempo, esfriar imediatamente com água e gelo em abundância. Reservar
    3. Na hora de servir, retirar a carne da bolsa, secar bem e selar em uma frigideira bem quente.


Sagu de butiá

200ml de suco de butiá (pode ser suco orgânico pronto)
150ml de água
40g de açúcar
65g de sagu


Modo de preparo
    1. Deixar o sagu de molho em 100ml de água por uma noite. 
    2. No dia seguinte, adicionar no sagu que estava de molho o restante dos ingredientes e cozinhar por 25min, mexendo de vez em quando.
    3. Deixar esfriar e reservar.


Farofa de cuca

100gr de cuca ralada e sem a cobertura de açúcar
25gr de manteiga sem sal
sal e pimenta a gosto


Modo de preparo
    1. Em uma frigideira, derreter a manteiga e adicionar a cuca ralada. Mexa sempre.
    2. Assim que a farofa estiver dourada, adicionar o sal e a pimenta. Reserve.

Quibebe

350gr de abóbora de pescoço descascada e sem sementes
2 dentes de alho picado
açúcar a gosto
100 gr de farinha de milho
manteiga a gosto
150gr de queijo colonial

Modo de preparo

1. Cozinhe a moranga até que fique macia. Faça um purê.
2. Refogue o alho em uma panela até ficar dourado. Junte ao purê.
3. Acrescente o açúcar a gosto, a farinha de milho e cozinhe por cerca de 15 minutos. Ao final, adicione o queijo colonial ralado.


No final, o prato foi montado em pratinhos plásticos, porque fazia parte do evento a degustação (a melhor parte, digamos!).



Depois, a receita foi para um prato mais bonito. Teve disputa pela imagem!



Prato principal

postado em 2 de jul de 2015 15:49 por Bete

Com um toque de gengibre

O sabor picante do gengibre é o tempero perfeito para o prato de camarões. A receita, fácil e de preparo rápido, é uma boa opção para quem não quer passar muito tempo na cozinha.

 

Camarão ao gengibre

 

300g de camarão fresco

2 dentes de alho picados

suco de limão

1 colher (chá) de gengibre em micro cubinhos ou ralado

2 colheres (sopa) de cebola ralada

azeite de oliva

sal e pimenta-do-reino

 

Como fazer

 

1. Aqueça uma frigideira.

2. Regue com azeite de oliva.

3. Junta a cebola, o alho e o gengibre e refogue um pouco, sem deixar dourar.

4. Adicione os camarões e refogue rapidamente.

5. Tempere com sal, pimenta e suco de limão.

6. Sirva imediatamente.

 

Dica

O suco de limão pode ser substituído por ½ xícara de vinho branco. O mesmo vinho a ser servido com o prato. 

Doce

postado em 1 de jun de 2015 13:19 por Bete   [ 1 de jun de 2015 13:20 atualizado‎(s)‎ ]

Uma receita portuguesa com certeza


    O amanteigado é uma receita típica portuguesa que a doceira Maria Alzira Carreira, da confeitaria Delícias Portuguesas, em Pelotas, aprendeu com sua mãe. O doce é à base de gemas e ganha uma cobertura de fondant. Os segredos do preparo Alzira revelou durante sua apresentação no Festival de Gastronomia da Fenadoce.

 


Amanteigado

 

500g de amêndoas

500g de açúcar

água

18 gemas

1 colher (sopa) de manteiga

 

1. Leve o açúcar e a água ao fogo e deixe formar uma calda em ponto de fio.

2. Retire do fogo e junte as gemas peneiradas, mexendo bem.

3. Volte ao fogo e mexa até engrossar.

4. Junte a manteiga e misture bem.

5. Coloque em uma vasilha, tampe e deixe descansar de um dia para o outro.



6. No dia seguinte, modele bolinhas e achate um pouco.



7. Junte duas a duas.



 8. Banhe com fondant, escorra bem, para que fique uma camada bem fina.


 9. Decore com confeitos coloridos.

 

    Dica

    O fondant pode ser comprado pronto ou preparado com açúcar de confeiteiro, água e umas gotas de limão ou vinagre. 

Receita doce

postado em 28 de mai de 2015 16:40 por Usuário desconhecido

A doce parceria de doce de leite e cream cheese

    Se você é daquelas pessoas que acredita que não consegue fazer uma boa sobremesa, está na hora de preparar este cheesecake de doce de leite. O excessivo dulçor do doce de leite é quebrado pelas geleias de frutas vermelhas com o toque cítrico de limão. Deixe o temor de lado e vá sem medo, vai dar certo e você receberá muitos elogios. 



Cheesecake de doce de leite

 

Massa

 

75g de manteiga

150g de biscoito maisena

40g de açúcar

½ colher (chá) de canela em pó

½ colher (chá) de gengibre em pó

1 pitada de sal

 

Recheio 

300g de doce de leite

300g de cream cheese

110 creme de leite fresco

15g de açúcar

2 ovos

 

Cobertura

Geleia de framboesa

Geleia ou compota de morango

2 colheres (sopa) de suco de limão

 

 

Como fazer

1. No processador, bata os biscoitos com a manteiga, o sal, o açúcar, a canela e o gengibre.

2. Coloque a mistura no fundo de uma forma de fundo removível de 20cm de diâmetro e aperte com as costas de uma colher, pressionando levemente.

3. Leve à geladeira por cerca de 1h ou ao freezer por 30min.

4. Enquanto isso, no liquidificador, bata o cream cheese, o doce de leite, a nata, os ovos e o açúcar até que fique uma mistura bem homogênea.

5. Retire a forma da geladeira ou freezer e cubra com o creme de doce de leite.

6. Leve ao forno, a 120 graus, por cerca de 1h30min ou até que a superfície comece  a firmar.

7. Deixe esfriar, cubra  e leve à geladeira.

8. Para a cobertura, misture as geleias e o suco de limão.

9. Despeje a cobertura sobre o cheesecake e deixe gelar até a hora de servir.

 

Dica

* Para a forma de 26cm, prepare a receita em dobro.

* Se quiser, um cheesecake mais doce, substitua a cobertura de geleia de framboesa e de morango por doce de leite.

* O cheesecake fica saboroso também com uma cobertura de chocolate meio amargo derretido, que pode ser misturado com um pouco de creme de leite fresco.

Sobremesa

postado em 27 de mai de 2015 13:17 por Bete   [ 27 de mai de 2015 13:18 atualizado‎(s)‎ ]

Pastel doce é uma tradicional na mesa sobremesa árabe

    Essa receita conheci em um jantar em Santana do Livramento, preparada por Leila Bajas. Na ocasião, o chef senegalês Mamadou Sène, do Senac, contou que o Ataif B'Jauz é uma sobremesa muito comum na mesa árabe e que pode ter como recheio nozes ou ricota. O preparo é como o de uma panqueca, que depois é recheada e fechada no formato de pastel.   



 ATAIF B´JAUZ

 Massa

½ xícara de água

½ xícara de farinha de trigo peneirada

1 colher (chá) de açúcar

1 colher (chá) de fermento em pó

1 pitada de sal

  

Calda

1 xícara de água

1/3 de xícara de açúcar

 

Recheio

½ xícara de água de flor de laranjeira

8 colheres (chá) de açúcar de confeiteiro

55g de nozes

 

 

1. Para a calda, numa panela pequena, junte o açúcar e a água e deixe em fogo alto, mexendo com uma espátula, até ferver.

2. Pare de mexer, baixe o fogo para médio, e deixe ferver até obter uma calda de espessura média. Reserve.

3. Para o recheio, bata no liquidificador as nozes e o açúcar de confeiteiro até ficarem bem moídas.

4. Transfira para uma tigela pequena e adicione a água de laranjeira.

5. Misture bem e reserve.

6. Para a massa, bata no liquidificador a água, a farinha, o açúcar, o sal e o fermento até ficar homogêneo.

7. Aqueça uma frigideira pequena, coloque 1 colher (sopa) de massa e espalhe em todo o fundo.

8. Deixe até formar bolhas em cima e dourar embaixo.

9. Não vire a panqueca.

10. reserve sobre papel toalha.

11. Repita o processo com o restante da massa (dá em m´dia 7 panquecas).

12. Disponha sobre cada panqueca 1 colher (sobremesa) de recheio e feche em forma de pastel, apertando as bordas com as pontas dos dedos  para não abrir.

13. Distribua as panquecas nos pratos, regue com a calda e sirva acompanhada de coalhada.

Dicas

* A água de flor de laranjeira é opcional.

* Se quiser, leve o ataif ao forno para dourar.

1-10 of 12