Viagem‎ > ‎Pelo Brasil‎ > ‎

Eataly são Paulo

Como está o Eataly sete meses depois

    Quando a gente pensa em São Paulo geralmente lembra de duas coisas: é lá onde encontramos muito trânsito caótico e novidades. Visitar a cidade onde tudo acontece é a possibilidade de viver experiências que ainda não chegaram em Porto Alegre. Então, vamos aproveitá-las, já que muitas dessas novidades talvez nunca cheguem por aqui!

    Em maio, já havíamos falado sobre a inauguração do gigante Eataly, um verdadeiro shopping gastronômico. Agora, um semestre depois, passamos uma manhã por lá para ver como estão as coisas. E não é que o lugar ainda está bombando? (e deve ficar assim por muuuuito tempo!)


    Por conta da quantidade de pessoas que circulam diariamente, foi preciso ampliar alguns restaurantes, que agora contam com uma espécie de varanda e lugares extra. E, para quem decide almoçar por lá no final de semana, é preciso chegar cedo, porque as filas de espera chegam a demorar mais de uma hora!


    Mas vale a pena aguardar, porque enquanto você espera para ser chamado pode dar uma voltinha pelas gôndolas e fazer compras (ou só olhar mesmo!). Por falar em compra, mesmo com a alta do dólar, os preços das mercadorias são muito parecidos com o que a gente vê em muitos empórios gourmets - incluindo os de Porto Alegre.


    Só que no caso do Eataly, são pelo menos 7 mil tipos de produtos à venda, sendo que cerca de 700 vieram direto da Itália.


    Bom, os restaurantes não têm preços absurdos e têm pratos muito bem servidos. Escolhemos primeiro o La Pasta, que é especializado em massas e pizzas.


    Para quem quer um prato sem frescura e com poucos ingredientes, o spaghetti al pomodoro é a pedida – custa R$ 25 e vem com molho de tomates frescos e manjericão.  Nós temos sempre a mania de experimentar a versão à carbonara dos restarantes italianos que passamos. No Eataly, o spaghetti alla carbonara tinha textura boa, mas parecia que faltava algum ingrediente - talvez mais queijo e bacon... Custou R$ 42.


    A melhor massa foi o tagliatelle all’ossobuco, uma porção bem generosa com molho saboroso e carne desfiada. Custou R$ 44,00 e estava uma delícia!


    Na hora dos doces, decidimos descer até o andar térreo. Nos divertimos com as vitrines repletas de várias sobremesas.


 
  
Há dois tipos: aquelas servidas em vidro custam R$ 10 e as individuais e sem embalagem saem por R$ 12.


    Tem também  tortinhas de morango, tiramissu, tortinha de chocolate amargo com ganache, pannacota, entre outras delícias que hipnotizam!



Eataly

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 1489, Vila Nova Conceição - São Paulo