Viagem‎ > ‎Pelo Mundo‎ > ‎

Barcelona em duas dicas espertas

postado em 30 de jun de 2015 20:54 por Anelise   [ atualizado em 19 de out de 2015 06:21 por Bruno Noschang ]

Dias e noites mágicas em Barcelona

    Uma surpreendente fachada modernista, com janelas irregulares, mosaicos e telhado em forma de dragão já são suficientes para encantar quem passa pela Casa Batlló, em Barcelona. Considerada uma das obras primas de Antoni Gaudí, a casa é muito mais que um lindo prédio a ser visitado.

Fotos: Casa Batlló

    Durante o verão europeu, ocorrem as Noites Mágicas, um festival imperdível com música e gastronomia local. A proposta é realmente um diferencial, porque pode incluir uma visita depois do horário de movimento (lembrando que há lugares limitados para qualquer horário!) e, no início da noite, uma linda festa.


    Quem se entrega ao programa sai em vantagem porque vive a experiência da casa. Ou seja, é possível perambular pelos corredores e salas à noite, ver as instalações iluminadas e beber até tarde no topo do edifício e sob um som regional.


    Neste ano, as Noites Mágicas ocorrem até 26 de setembro e custam 36 euros com ingresso combinado. Neste caso, as pessoas entram na casa às 20h (no verão há claridade até perto das 21h30) e circulam por lá com audioguide.

    Entre subidas e descidas, descobre-se uma ambiente com repertório visual mágico, que lembra o ambiente marinho: seus movimentos, sua calmaria. Em cada espaço descobrimos detalhes fascinantes, como vitrais coloridos, azulejos em tons degradê e construções em formas diferentes e alucinantes.

Foto: Anelise Zanoni

    A visita inclui a legendária Planta Noble (antiga residência da família Batlló), el Desván (área de lavanderias), la Azotea y as místicas Chimeneas (onde está o famoso espinhaço do dragão vencido por São Jorge) e o incrível Patio de Luces (uma antiga escada dos vizinhos).

    Às 21h é liberado o acesso ao Terrat del Drac (o terraço do dragão), onde ocorre o espetáculo. O ingresso também inclui uma taça de vinho, espumante ou bebida a escolha.


    Durante toda a noite é possível comprar petiscos como pães, queijos, presunto hibérico, crepes, croquetas, entre outros. Um bar bem equipado também garante o abastecimento das bebidas para a longa noite!

    Quem quiser participar apenas das Noites Mágicas e abrir mão de visitar a casa (recomendado apenas para quem já foi ao local) paga 29 euros.


    Agora, quem se contenta só com uma visita, o ingresso sai por 21,50 euros (18,50 para estudantes). 

Foto: Anelise Zanoni

    Mas é básico: você pode conseguir entrar na hora que deseja fazer a visita comum, mas o melhor é agendas pelo site oficial. As Noites Mágicas funcionam apenas sob reserva.

Informações: www.casabatllo.es/en/


Outra dica: compre ingressos antes para o Park Güell

    Quando Gaudí recebeu de Eusebi Güell a missão de projetar um parque, talvez já estava escrito que ali nasceria uma das mais importantes atrações da cidade. Pois desde o início do século 20, o parque que fica no topo de uma montanha de Barcelona é lugar de referência.

    No início, parte do local servia para a realização de eventos da sociedade catalã, como bailes e encontros sociais. Depois, passou a ser um grande parque público, mas hoje com a busca frenética pela atração, é mandatório fazer reserva e escolher um horário para visitar o Park Güell.


    Por isso, programe-se! A entrada no parque é agendada e é possível entrar até 30 minutos depois do horário escolhido. Os bilhetes custam 7 euros para quem compra pela internet e 8 euros nas bilheterias. Para quem não consegue adquirir pela internet pode dar a sorte de encontrar caixas eletrônicos em algumas estações de metrô e fazer a compra por ali.

E vale a pena o investimento! Do alto é possível avistar a cidade (quem vai de metrô sobre escadarias ou escadas rolantes).

Gaudí foi tão feliz ao projetar o parque que respeitou a vegetação da época, mantendo com arbustos e oliveiras - algumas delas frequentadas por caturritas e pássaros diferentes.

    Entre as construções está uma escadaria com dragão construído com mosaicos e casinhas que hoje abrigam museus.


    Um dos lugares mais emblemáticos é o Teatro Grego (ou Praça da Natureza), onde estão bancos ondulados cobertos por mosaicos. Perfeito para fazer nada e pensar como é lindo visitar este parque público declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco.

Informações: http://www.parkguell.cat/



Comments